A atuação da enfermagem na prevenção de sepse em corrente sanguínea nas unidades de terapia intensiva

- A pessoa no ambiente hospitalar pode estar propensa a ocorrência de doenças como a sepse, apresentada sobretudo, em pacientes nas Unidades de Terapia Intensiva A realização do trabalho se justifica diante do tema pesquisado na literatura o Brasil possui uma alta taxa de mortalidade relacionada a pacientes internados em unidades de terapia intensiva que adquirem sepse de corrente sanguínea, que superam até mesmo os óbitos causados por Acidente Vascular Encefálico (AVE) e Infarto Agudo do Miocárdio de acordo com dados pesquisados pelo Instituto Latino Americano De Sepse. Qual a atuação da enfermagem na prevenção de sepse em corrente sanguínea nas unidades de terapia intensiva? Apresenta-se como objetivo geral: Compreender sobre a atuação da enfermagem voltada para prevenção de sepse na corrente sanguínea em pacientes submetidos a internação hospitalar em unidades de terapia intensiva. O presente artigo cientifico apresenta-se como uma revisão de literatura, ou seja, tem como foco a análise reflexiva de obras já publicadas, sendo uma revisão bibliográfica do tema apresentado. Assim, visando a seleção de obras relacionados as palavras-chaves foram aplicadas em plataformas online de pesquisa acadêmica, como por exemplo, Scielo e Lilacs, que possibilitaram a pesquisa, sendo excluídos artigos sem tradução para a língua portuguesa e publicados a mais de vinte anos. Conclui-se que a atuação da enfermagem, por meio de medidas de prevenção é fundamental para que a sepse seja reduzida.