A indispensabilidade da atuação do assistente social no combate violência contra a mulher

A violência contra a mulher é uma realidade árdua na sociedade brasileira. Tal violência pode se manifestar de algumas formas, como física, sexual, psicológica e patrimonial. A reparação de tal violência é uma difícil tarefa, pois envolve uma rede de instituições públicas bem como variadas classes profissionais. Este artigo possui como tema principal a exposição da violência contra a mulher, apontando a indispensabilidade das intervenções necessárias pelo Assistente Social no enfrentamento a tal questão. Ademais, este trabalho possui como objetivo geral identificar a violência contra a mulher e suas formas de manifestação, bem como apontar a sua origem. Quanto ao objetivo específico, se limita ao fato de indicar quais as melhores ações técnicas que devem ser seguidas pelo profissional. A metodologia utilizada foi a pesquisa bibliográfica, que se deu por meio da análise de documentos científicos que abordam o tema em questão. Conclui-se que a violência contra a mulher merece a devida atenção da sociedade e do poder público como um todo. A oferta de profissionais capacitados de certo influencia no processo de reparação da violência em questão. Logo, é necessário que o Assistente Social esteja preparado para atender as necessidades do grupo envolvido, tanto a vítima, como o agressor e seus, possíveis, familiares.

PALAVRAS-CHAVE: Atuação. Assistente Social. Violência contra a mulher.