Breve relato sobre a história da psicologia jurídica no brasil e alguns de seus campos de atuação

O presente estudo referência teoricamente aspectos da culpa inconsciente na execução de atos e/ou ações cometidas em consequência do transtorno de personalidade limítrofe devido à intensidade das emoções por fatos reais ou imaginários demonstrando assim a ausência de previsão de resultados como também a ausência de autocontrole psicológico após a cognição da ocorrência não presumida. Tem-se por objetivo evidenciar a instabilidade emocional e demonstrar que a mesma se dá pelo feitio como são arrostadas as percepções que, predominantemente, ocorrem sem previsão alguma por parte do portador do transtorno ora evidenciado, denominado também como síndrome Borderline que acomete parcela significativa da sociedade atual.

PALAVRAS-CHAVE: Psicologia jurídica. História. Brasil. Campos de atuação. Desenvolvimento