Cuidador de Idosos: O Cuidador Também Precisa de Cuidados

O envelhecer faz parte do processo natural do desenvolvimento de todo ser humano e à medida que se envelhece, o indivíduo diminuir significativamente sua independência. A condição de dependência, seja ela física, cognitiva, emocional ou múltipla, sugere a disposição de uma pessoa ou grupo de pessoas que atue como cuidador. O presente artigo tem como objetivo caracterizar a profissão de cuidador de idosos, bem como, apresentar os males decorrentes da ação de cuidar. Constitui-se de um estudo bibliográfico acerca do trabalho de cuidador, levantando questões relevantes sobre a importância desta profissão e os males sofridos pelos profissionais da área, o artigo apresenta de forma sucinta as consequências do processo de envelhecimento, descrito por vários autores, bem como, a caracterização da pessoa do cuidador e da profissão referida. O texto traz alerta sobre os cuidados que o cuidador deve ter com seu bem-estar, bem como dicas relevantes para tal feito. O artigo surgiu da visível carência de trabalhos acerca da temática notada pelo autor. Concluiu-se que a ação de cuidar de idosos acarreta, além de prazer, diversas consequências que podem incluir problemas físicos e psicológicos.