Evolução do atendimento aos alunos com necessidades especiais no ensino regular: porque a resistência em aceitar a inclusão por parte dos pais e responsáveis?

Este trabalho pretende verificar a evolução do atendimento aos alunos com necessidades especiais no ensino regular, tendo como sujeitos alunos do 1º ano ao 9º ano do Ensino Fundamental de uma escola da Rede Estadual de Ensino, caracterizando espaço físico, pais/responsáveis e alunos. Com a hipótese de que o atendimento a esta demanda se realiza através do esclarecimento e entendimento dos responsáveis da necessidade em matricular e manter a frequência destes estudantes na escola e da responsabilidade da escola em incluí-los a realização de uma pesquisa onde a investigação direta é a evolução do atendimento a esta demanda no ensino regular nos últimos cinco anos e a causa do não atendimento, toma forma concreta com a realização de uma pesquisa e observação que possibilitam a conclusão deste trabalho.

PALAVRAS-CHAVE: Inclusão. Atendimento. Evolução