ANÁLISE DE PRÁTICAS PEDAGÓGICAS ENTRE PROFESSORES(AS) DE EDUCAÇÃO FÍSICA: APONTAMENTOS SOBRE OS PROCESSOS DE COLABORAÇÃO EM UM EIXO DE PESQUISA

RENER VICTOR OLIVEIRA DE SOUZA; LIANA LIMA ROCHA; VANESSA SANTOS GOMES DE MORAES; LUCIANA VENÂNCIO; LUIZ SANCHES NETO

RESUMO
Analisamos os aspectos colaborativos da prática pedagógica de quatro professores(as) participantes do eixo de pesquisa “educação física escolar e processos formativos colaborativos” do grupo “saberes em ação”, vinculado ao Instituto de Educação Física e Esportes da Universidade Federal do Ceará e associado ao núcleo brasileiro (NEPEF-FPCT) do Centre de Recherche Interuniversitaire sur la Formation et la Profession Enseignante (CRIFPE – Antena Brasil). As ações foram desenvolvidas tendo como fundamentação teórica a perspectiva de análise de Fenstermacher e Richardson (1994) sobre a elaboração do argumento prático e as premissas condicional, valorativa, empírica e contextual. A potência criada pela compreensão desse exercício reflexivo foi associada às estratégias de análise fundamentadas por bases epistemológicas que valorizam a experiência docente. A análise de forma colaborativa abrange disposições que intensificam qualitativamente as reflexões à medida que são compartilhadas, configurando um universo de possibilidades que antes não eram notadas, contribuindo na explicitação da complexidade na educação física escolar junto aos aspectos que envolvem os processos de ensino e de aprendizagem.

REFERÊNCIAS
BORGES, C. M. F; SANCHES NETO, L. Compartilhando a análise de práticas pedagógicas na educação física: perspectivas colaborativas. Instrumento, Juiz de Fora-MG, v. 16, n. 2, jul./dez. 2014.
BRACHT, V. Educação física & ciência: cenas de um casamento (in)feliz. Injuí-RS: Unijuí, 1999.
BRASIL. Secretaria de Educação Fundamental. Parâmetros curriculares nacionais: introdução aos parâmetros curriculares nacionais. Brasília: MEC/SEF, 1997.
BRASIL. Ministério da Educação. Base nacional comum curricular. Brasília: MEC, 2017.
CAPARROZ, F. E; BRACHT, V. O tempo e o lugar de uma didática da educação física. Revista Brasileira de Ciência do Esporte, Campinas-SP, v. 28, n. 2, pp. 21-37, 2007.
CASTANHA, D. Conversando sobre o currículo. Revista de Educação do Cogeime, v. 19, n. 37, pp. 43-57, jul./dez. 2010.
COLETIVO DE AUTORES. Metodologia do ensino de educação física. São Paulo: Cortez, 1992.
DESGAGNÉ, S.; BEDNARZ, N. Médiation entre recherché et pratique en éducation: faire de la rechercher « avec » plutôt que « sur » les practiciens. Revue des Sciences de l’Éducation, Montréal, v. 31, n. 2, pp. 245-258, 2005.
FENSTERMACHER, G. D.; RICHARDSON, V. L’explicitation et la reconstruction des arguments pratiques dans l’ensignement. Cahiers de la Recherche en Éducation, v. 1, n. 1, pp. 157-181, 1994.
FRANCO, M. A. R. S. Prática pedagógica e docência: um olhar a partir da epistemologia do conceito. Revista Brasileira de Estudos Pedagógicos (on-line), Brasília, v. 97, n. 247, pp. 534-551, set./dez. 2016.
FREIRE, P. Pedagogia da autonomia: saberes necessários à prática educativa. São Paulo: Paz e Terra, 1996.
FREIRE, P. A Educação na cidade. São Paulo: Cortez, 1991.
GEREZ, A. G; DAVID, P. A. Teorias do currículo e as tendências pedagógicas da educação física escolar: de onde viemos e para onde vamos? Revista Mackenzie de Educação Física e Esporte, São Paulo, v. 8, n. 2, pp. 75-87, 2009.
KRUNG, H. N; CANFIELD, M. S. A reflexão na prática pedagógica do professor de educação física. Revista Kinesis, Santa Maria-RS, n. 20, pp. 9-32, 1998.
LIBÂNEO, J. C. Didática. São Paulo: Cortez Editora, 1990.
LIMONGELLI, A. M. A. Movimento corporal e educação física escolar: uma prática transversal possível. In: SHIGUNOV NETO, A.; FORTUNATO, I. (Orgs.). Contribuições da educação física escolar à prática transversal. Curitiba: CRV, 2016, pp. 91-105.
LOPES, A. C.; MACEDO, E. Teorias de currículo. São Paulo: Cortez, 2014.
MALDONADO, D. T.; VIEIRA, P. B. A.; SANCHES NETO, L.; FREIRE, E. S. Inovação na educação física escolar: desafiando a previsível imutabilidade didático-pedagógica. Pensar a Prática (online), Goiânia, v. 21, n. 2, pp. 444-458, abr./jun. 2018.
MOREIRA, A. F. B; CANDAU, V. M. Indagações sobre currículo: currículo, conhecimento e cultura. Brasília: Ministério da Educação, Secretaria de Educação Básica, 2007.
NEIRA, M. G. Incoerências e inconsistências da BNCC de educação física. Revista Brasileira de Ciências do Esporte, Brasília, v. 40, n. 3, pp. 215-223, 2018.
OLIVEIRA, R. C; DAOLIO, J. Na “periferia” da quadra: educação física, cultura e sociabilidade na escola. Pro-Posições/Unicamp, Campinas, v. 25, n. 2, pp. 237-254, 2014.
PALMA, A. P. T. V.; OLIVEIRA, A. A. B.; PALMA, J. A. V. Educação física e a organização curricular: educação infantil, ensino fundamental e ensino médio. 2; ed., Londrina: Eduel, 2015
PAULA, A. S. N. et al. O ensino da educação física e a sua infraestrutura em questão: correlação com a prática pedagógica dos professores das escolas da rede municipal de Sobral/CE. Revista Motrivivência, ano 24, n. 39, pp. 57-65, dez, 2012. Disponível em: <http://dx.doi.org/10.5007/2175-8042.2012v24n39p57>. Acesso em: 04 jun 2020.
PEREIRA, D. A; ROCHA, S. F. M; CHAVES, P. M. O conceito de práxis e a formação docente como ciência da educação. Revista de Ciências Humanas – Educação, v. 17, n. 29, pp. 31-45, dez., 2016.
PRIBERAM. Dicionário Priberam da Língua Portuguesa. Disponível em: https://dicionario.priberam.org/premissa. Acesso em: 4 ago. 2020.
ROCHA, L; NOGUEIRA, J. M; SILVA, M. E. H. S. Convivência intergeracional entre jovens e idosos: promoção da saúde e valores humanos. In: XV ENCONTRO DE PÓS-GRADUAÇÃO E PESQUISA, Fortaleza. Anais… Fortaleza: UNIFOR - Universidade de Fortaleza, 2015. pp.1-6.
ROCHA, L; SILVA, M. E. H da S. Surfando para a vida: um estudo sobre o papel do surfe como prática pedagógica libertadora. Instrumento, Juiz de Fora-MG, v. 20, n. 1, pp. 138-147, 2018.
ROCHA, L; VENÂNCIO, L; SANCHES NETO, L. FARIAS, A. N; BRASIL, R. A. Os desafios pedagógicos das demandas ambientais na perspectiva de professores(as) de educação física. Revista Brasileira de Educação Física Escolar, Curitiba, v. 3, n. 3, pp. 126-147, 2018.
SACRISTÁN, J. G. O currículo: uma reflexão sobre a prática. Porto Alegre: Artmed, 2000.
SANCHES NETO, L. Pressupostos de convergência, sistematização e complexidade na educação física: perspectivas de professores(as)-pesquisadores(as). In: VENÂNCIO, L. et al. (Orgs.). Educação física no ensino fundamental II: saberes e experiências educativas de professores(as)-pesquisadores(as). Curitiba: CRV, 2017, pp. 15-48.
SANCHES NETO, L.; BETTI, M. Convergência e integração: uma proposta para a educação física de 5° à 8° série do ensino fundamental. Revista Brasileira de Educação Física e Esporte, São Paulo, v. 22, n. 1, pp. 5-23, 2008.
VENÂNCIO, L. Planejamento participativo em educação física escolar: um contexto situado de relações com os saberes e corresponsabilidades. In: VENÂNCIO, L. et al. Educação física no ensino fundamental II: saberes e experiências educativas de professores(as)-pesquisadores(as). Curitiba: CRV, 2017, pp. 65-95.

Participe você também da maior rede acadêmica da Educação Física Escolar. Entre em contato se tiver mais dúvidas.

rebescolar@rebescolar,com

 

Tel. +55 (11) 98508-7766

©Copyright™ 2014 por REBESCOLAR®
  • White Facebook Icon
  • White YouTube Icon

Bottom

Top