EDUCAÇÃO FÍSICA ESCOLAR E EDUCAÇÃO INFANTIL NA PERCEPÇÃO DE DOCENTES REGENTES: CONTRIBUIÇÕES E DESAFIOS

Kelly Maria Gomes Menezes; Sócrates Almeida Holanda

Resumo:
Esta pesquisa objetivou investigar as contribuições e desafios da Educação Física escolar na Educação Infantil, segundo a percepção de docentes regentes em uma escola privada. O cenário da pesquisa foi uma escola particular e quatro professoras regentes da Educação Infantil participaram da pesquisa. Para a coleta de dados foi utilizada a técnica de questionário fechado. Os principais resultados apontam que há o reconhecimento não apenas da contribuição do professor de Educação Física para o desenvolvimento cognitivo e intelectual dos alunos da Educação Infantil, mas, também, confirmam a importância do papel desse professor para o desenvolvimento emocional e social das crianças. Conclui-se que o professor de Educação Física Escolar tem um papel de suma importância para a formação e desenvolvimento do aluno da Educação Infantil na escola campo da pesquisa. O professor, então, estabelece uma mediação necessária nessa relação, cujos desdobramentos cooperam para o processo de ensino-aprendizagem e desenvolvimento da criança.

REFERÊNCIAS
BARETTA, Rafael. Educação Física na Educação Infantil: reflexões em torno dessa relação. Disponível em: <https://repositorio.ufsc.br/xmlui/bitstream/handle/123456789/130518/artespedinfplcha1ed021.pdf?sequence=1&isAllowed=y>. Acesso em: maio 2019.
BORBA, Ângela M. O brincar como um modo de ser e estar no mundo. In: Brasil MEC/ SEB. Ensino Fundamental de nove anos: orientações para a inclusão da criança de seis anos de idade/ Organização Jeanete Beauchamp, Sandra Denise pagel, Aricélia Ribeiro do Nascimento. Brasília: Ministério da Educação, Secretaria de Educação Básica, 2007.
BRASIL. Estatuto da Criança e do Adolescente/ Lei Federal n. 8069, de 13 de julho de 1990.
______. Lei de Diretrizes e Bases da Educação Nacional (LDBEN) / Lei n° 9.394, de 20 de dezembro, 1996.
______. Parâmetros Curriculares Nacionais: terceiro e quarto ciclos: educação física / Secretaria de Ensino Fundamental. Brasília, MEC/SEF, 1998.
______. MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO E DO DESPORTO. SECRETARIA DE EDUCAÇÃO FUNDAMENTAL. Referencial curricular nacional para a educação infantil: formação pessoal e social. Brasília: MEC/SEF, v.01 e 02.1998.
______. Programa de Formação Inicial para Professores em Exercício na Educação Infantil – PROINFANTIL (Org.) Karina Rizek Lopes, Roseane Pereira Mendes, Vitória Líbia Barreto de Faria. Brasília /MEC /SEB /SEED, v. 02, unidade 5, 2005.
______. Base Nacional Comum Curricular: Educação Infantil e Ensino Fundamental. Brasília: MEC/Secretaria de Educação Básica, 2017.
CATUNDA, Ricardo. Brincar, criar, vivenciar na escola. Rio de Janeiro: Sprint, 2005.
CRECHE FIOCRUZ. Projeto Político Pedagógico. Rio de Janeiro: Fiocruz, 2004.
COSTA, Patrícia R. S. da; COSTA, Adriana M.; MELO, Flávia C. M.; LIMA, Kátia K. F. de; SOEIRO, Maria I. P. Jogos e brincadeiras tradicionais nas aulas de educação física escolar. Fiep Bulletin - Volume 85 - Special Edition - Article I – 2015.
DUARTE, Newton. Vigotski e o “aprender a aprender”: críticas às apropriações neoliberais e pós-modernas da teoria vigotskiana. 5. ed. Campinas - SP: Autores Associados, 2011.
EMILIANO, Joyce M.; TOMÁS, Débora N. Vigotski: a relação entre afetividade, desenvolvimento e aprendizagem e suas implicações na prática docente. Cadernos de Educação: Ensino e Sociedade, Bebedouro-SP, 2 (1): 59-72, 2015.
FARIAS, Uirá de S.; RODRIGUES, Graciele M.; CORREIA, Walter R. Educação Física Escolar: discutindo a questão as práticas inovadoras. Rev Bras Educ Fís Esporte, (São Paulo) 2018 Jan-Mar;32(1):141-8.
FERREIRA JÚNIOR, Adalberto (Org.). Desdobramentos da Educação Física Escolar e Esportiva. Ponta Grossa - PR: Atena Editora, 2018.
FREIRE, João B. Educação de corpo inteiro: teoria e prática da educação física. São Paulo: Scipione, 2001.
FREIRE, Paulo. Pedagogia da autonomia: saberes necessários à prática educativa. 67. ed. São Paulo: Paz e Terra, 2013.
GALLAHUE, David L. Compreendendo o desenvolvimento motor de bebês, crianças, adolescentes e adultos. São Paulo: Ed. Phorte, 2005.
GIL, Antônio C. Como elaborar projetos de pesquisa. 6. ed. São Paulo: Atlas, 2017.
LIBÂNEO, José C.; OLIVEIRA, João F. de; TOSCHI, Mirza S. Educação escolar: políticas, estrutura e organização. 10. ed. São Paulo: Cortez Editora, 2018.
MATTOS, Mauro G. de; NEIRA, Marcos G. Educação Física Infantil: construindo o movimento na escola. São Paulo: Phorte, 2006.
MINAYO, Maria C. de S. (Org.); DESLANDES, Suely F.; CRUZ NETO, Otávio; GOMES, Romeu. Pesquisa social: teoria, método e criatividade. 34. ed. Petrópolis - SP: Vozes, 2016.
NASCIMENTO, Cláudia T. do; BRANCHER, Vantoir R.; OLIVEIRA, Valeska F. de. A construção social do conceito de infância: algumas interlocuções históricas e sociológicas. Disponível em: <http://coral.ufsm.br/gepeis/wp-content/uploads/2011/08/infancias.pdf>. Acesso em: abr. 2019.
OLIVEIRA, M. K. de. Vygotsky: aprendizado e desenvolvimento um processo sóciohistórico. São Paulo: Scipione, 1993.
PICCININ, Priscila V. A intencionalidade do trabalho docente com as crianças de zero a três anos na perspectiva Histórico-Cultural. 2012. 76 fls. Trabalho de Conclusão de Curso (Graduação em Pedagogia) – Universidade Estadual de Londrina, Londrina.
SAYÃO, D. T. Infância, prática de ensino de Educação Física e Educação Infantil. In: VAZ, A. F.; SAYÃO, D. T.; PINTO, F. M. (Orgs.). Educação do corpo e formação de professores: reflexões sobre a prática de ensino de Educação Física. Florianópolis: Ed. da UFSC, 2002.
SILVA, Amanda M. da; ALVES, Marcelo P.; SOUZA, Nádia M. P. de. Educação Física na BNCC: uma análise da proposta preliminar do documento curricular do Estado do Rio de Janeiro. Educação em Revista, Marília, v.21, n. 02, p. 137-150, 2020.
SORBARA, L. C. A importância e a necessidade da obrigatoriedade do profissional de Educação Física para alunos de escolas municipais da educação infantil e séries iniciais do ensino fundamental do município de Cascavel. 2002. Monografia (Graduação) - Curso de Educação Física, Faculdade Dom Bosco, Cascavel. 2002.
VYGOTSKY, Lev S. A Formação Social da Mente: O Desenvolvimento dos Processos Psicológicos Superiores. Tradução: José Cipolla Neto, Luís Silveira Menna Barreto, Solange Castro Afeche. 6. ed. São Paulo: Martins Fontes, 1998.

Participe você também da maior rede acadêmica da Educação Física Escolar. Entre em contato se tiver mais dúvidas.

rebescolar@rebescolar,com

 

Tel. +55 (11) 98508-7766

©Copyright™ 2014 por REBESCOLAR®
  • White Facebook Icon
  • White YouTube Icon

Bottom

Top