LINGUAGENS NAS INTERFACES EDUCAÇÃO E SAÚDE: a expressividade do professor de Educação Física - estudo de revisão

Regina Zanella Penteado

Este artigo apresenta um estudo de Revisão Sistemática da literatura sobre expressividade do professor. Estudo de Revisão Sistemática com buscas nas bases SciELO (Scientific Electronic Library Online) e Google Acadêmico (<schoolar.google.com.br>), com os termos: Expressividade Docente; Expressividade do Professor; Recursos (Verbais ou Vocais ou Não Verbais) do Professor. A seleção envolveu aplicação de critérios pré-definidos e de Testes de Relevância, com atenção para o professor de Educação Física Escolar, e resultou em dez publicações para análise. São poucas as publicações em periódicos que abordam a questão da expressividade de professores; e nenhuma focaliza o professor de Educação Física Escolar. O panorama é restrito: três coletivos de pesquisadores assinam a maioria dos estudos e uma mesma pesquisa se desdobra em várias publicações. A instância prevalente de abordagem dos sujeitos é a da atuação em serviço (80%). Nenhuma publicação se volta para o desenvolvimento da expressividade docente em contextos processuais de formação inicial e/ ou continuada. Prevaleceu a investigação dos recursos vocais (90%), não verbais (60%) e verbais (10%) da expressividade, com confusões terminológicas e falta de uma concepção abrangente e integradora dos seus diferentes recursos. A expressividade integra a linguagem, no contexto do trabalho docente nas diversas disciplinas escolares, e requer atenção no campo da Educação.

Participe você também da maior rede acadêmica da Educação Física Escolar. Entre em contato se tiver mais dúvidas.

rebescolar@rebescolar,com

 

Tel. +55 (11) 98508-7766

  • White Facebook Icon
  • White YouTube Icon

Bottom

Top