O PENSAMENTO COMPLEXO DE EDGAR MORIN: SUBSÍDIOS TEÓRICOS PARA A SUPERAÇÃO DA FRAGMENTADA FORMAÇÃO DO PROFESSOR DE EDUCAÇÃO FÍSICA

DIMITRI WUO PEREIRA

A graduação em Educação Física foi influenciada por suas origens militares, higiênicas e esportivas no Brasil. A partir da década de 80, ela recebeu alterações do pensamento científico que se firmou na área. Porém, a Educação Física, nem sempre prepara o profissional para enfrentar os desafios da atuação na escola, talvez pela formação acadêmica rodeada de diversas teorias que não dialogam entre si. Pode-se dizer que são tantas as vertentes, que muitos professores talvez as desconheçam ou as compreendam parcialmente. Este problema gera fragmentação do conhecimento, reduzindo as concepções de Educação Física à determinados paradigmas. Se houve melhora na fundamentação teórica, desde o final do século XX, ainda persiste a falta de articulação dos conhecimentos, provocando o esfacelamento do sentido da Educação Física escolar e a desvalorização do professor. Acredita-se que tecer os conhecimentos em cadeia é uma necessidade para que o professor possa compreender melhor seu papel na escola e sua contribuição específica na formação de crianças e jovens. Edgar Morin, com seu pensamento complexo critica essa postura científica que separa os saberes, sem promover o diálogo de ideias, da percepção do todo e das partes e da perspectiva complementar entre pensamentos opostos. Assim, a complexidade é a base em que se sustentará a argumentação, cujo caráter teórico, se coaduna com a visão de práxis educativa, pois, acreditase no processo de ação-reflexão-ação como, promotor de uma reformulação do pensamento, a partir da realidade da formação, evitando idealizações e universalizações do conhecimento. Propôs-se nesta tese, discutir as teorias da área para apontar um caminho possível à formação de professores. Conclui-se este trabalho mostrando que a Educação Física não é redutível a uma essência e que ela possui quatro princípios geradores de conhecimentos que devem ser articulados: o movimento, a vida, a cultura e a humanidade. Estes pilares são pontos de partida para os ensinamentos que devem ser compreendidos pelos estudantes de forma recursiva, isto é, um pilar influencia o outro agregando-lhe valores, muitas vezes, inexistentes nele. Acreditase que a formação pode ser desenvolvida como um jogo, em que, a partir de qualquer pilar se pode alcançar nos outros a oposição e complementaridade que permitirão novos debates, olhares e propostas de resolução do problema complexo que é educar. Este jogo dos saberes pode acrescentar muito à atual formação de professores, pois permite navegar pelo mar das incertezas do conhecimento da Educação Física, passando pelas ilhas da certeza das teorias que já produziram conhecimentos importantes para o professor. Assim será possível caminhar mais confiante na atuação profissional.

Participe você também da maior rede acadêmica da Educação Física Escolar. Entre em contato se tiver mais dúvidas.

rebescolar@rebescolar,com

 

Tel. +55 (11) 98508-7766

  • White Facebook Icon
  • White YouTube Icon

Bottom

Top