EDUCAÇÃO FÍSICA, LINGUAGEM, CORPO

Felipe Quintão de Almeida; Karen Lorena Gil Eusse

O artigo problematiza, desde um ponto de vista epistemológico, a relação da Educação Física com a linguagem, abordando um limite da linguagem em sua capacidade de dizer algo do mundo, inclusive do universo das práticas corporais de movimento. Assume a analítica nietzschiana como referencial condutor da análise, ocasião para extrair implicações para o que pode o corpo na Educação Física escolar.

Participe você também da maior rede acadêmica da Educação Física Escolar. Entre em contato se tiver mais dúvidas.

rebescolar@rebescolar,com

 

Tel. +55 (11) 98508-7766

  • White Facebook Icon
  • White YouTube Icon

Bottom

Top