O SPINNER NAS AULAS DE EDUCAÇÃO FÍSICA NA PERSPECTIVA CULTURAL

Jorge Luiz de Oliveira Junior

No final do século passado, as produções em torno dos estudos pós-críticos passaram a configurar o cenário educacional, principalmente nos estudos curriculares. A disseminação da perspectiva pós-crítica influenciou a Educação Física a ponto de surgir uma nova proposta: o currículo cultural da Educação Física. Ancorada nos Estudos Culturais, essa proposta curricular propõe a tematização das práticas corporais e a problematização dos discursos e significados em torno delas com vistas à ampliação, aprofundamento e ressignificação dos conhecimentos. Ao reconhecer os conhecimentos como produtos culturais, o currículo cultural possibilita o encontro dos diferentes saberes sejam eles científicos, populares, místicos, artísticos, entre outros. Nesse sentido, a partir da leitura de um relato de experiência, esse artigo objetiva provocar reflexões acerca da prática pedagógica culturalmente orientada.

Participe você também da maior rede acadêmica da Educação Física Escolar. Entre em contato se tiver mais dúvidas.

rebescolar@rebescolar,com

 

Tel. +55 (11) 98508-7766

  • White Facebook Icon
  • White YouTube Icon

Bottom

Top